Produto do dia: Almofadas por Christian e Richard Schonhofen para Lolahome

Oi gente! Semana passada eu estava falando das tendências para o outono aqui no Reino Unido e entre elas estavam os motivos geométricos. Pois vejam o que caiu na minha caixa de entrada:

Christian e Richard Schonhofen para Lolahome

As almofadas assinadas pelos arquitetos Christian e Richard Schonhofen para a Lolahome foram desenvolvidas especialmente para o ambiente Loft do Executivo, projetado pelos arquitetos na Casa Cor Paraná 2014.

loft-executivo-casa-cor-parana-2014

A coleção é composta por quatro almofadas, Geo, Square, Losangos e Lines, todas com duas opções de cor: azul ou roxa.

Estes e outros produtos lindíssimos estão disponíveis na Lolahome, que atende encomendas de todo o Brasil.

Pra finalizar, deixo vocês com o vídeo dos arquitetos em parceria com a Lolahome, mostrando um pouco mais do ambiente da Casa Cor e dando dicas para dar um up no visual da sua casa.

 

*Este não é um post pago – conheça a nossa política de divulgação*

{Inspiração} Cores da estação

Ontem eu escrevi um post sobre as cores da Pantone para primavera 2015 e hoje eu trouxe do website Houzz algumas inspirações sobre como usar as essas cores.

Pintar as paredes e acrescentar elementos decorativos como cortinas, almofadas e tapetes são a forma mais simples de dar um update em um ambiente sem gastar muito ou ter muito trabalho. Veja algumas sugestões abaixo:

Aquamarine na parede {Contemporary Living Room by Mountain View Building Project Managers Harrell Remodeling}

Scuba blue nas cadeiras {Beach Style Dining Room by South East Architects LA Hally Architect}

 

Treetop nos azulejos  {Eclectic Kitchen by London Architects Brian O’Tuama Architects}

 

Strawberry Ice na poltrona {Traditional Living Room by London Interior Designers & Decorators Amory Brown}

Marsala nos azulejos {Contemporary Bathroom by East Anglia Architects Architect Your Home – Interior Your Home}

Classic blue nas portas e escada {Eclectic Staircase by Scotland Architects Emma Ellson Architects Ltd. t/a [BE]spoke}

Lavender Herb em tudo! {Traditional Bedroom by London Architects Des Ewing Residential Architects}

Cinco elementos que todo quarto deve ter – grand finale!

Chegamos ao capítulo final da série de posts sobre o quarto ideal! (Veja aqui: cama // poltrona // criado-mudo // luminária)

5 elementos

O item de hoje é o mais complicado: acessórios. Porque acessórios é praticamente tudo o resto, né? Então seria totalmente impossível selecionar só cinco de cada país para colocar aqui. Resolvi então fazer diferente. Na última semana de Outubro (do dia 27 ao dia 31), farei uma nova série, cada dia mostrando um novo tipo de acessório. Ainda não escolhi as cinco categorias com certeza, mas se você trabalha com acessórios de decoração e gostaria de colocar aqui no blog seu produto, envie a sugestão para mim. Essa não será uma série patrocinada (assim como a atual também não foi), então prometo que só mostrarei acessórios que eu usaria em meus projetos, ok? Mas adoraria ver coisas diferentes, que não encontraria pelo Google ou em lojas grandes e populares.

Mas e o post de hoje, Carolina? Então, no post de hoje eu resolvi mostrar ambientes que juntam todos os itens dessa lista para criar ambientes lindos e aconchegantes.

Assim chega ao fim nossa série – espero que vocês tenham gostado! Por último, gostaria de deixar aqui o acessório que ilustra a imagem título dessa série:

Cinco elementos que todo quarto deve ter – LUZ!

Chegando hoje ao quarto e penúltimo capítulo da nossa série (veja os anteriores aqui, aqui e aqui), hoje vamos falar de luminárias.

5 elementos

Veja bem que eu usei a palavra luminária. Poderia ter dito abajur, é verdade, mas se eu falo abajur, a imagem na minha cabeça é essa aqui. E não tem nada de errado com o abajur da foto, mas o que eu realmente queria mostrar com esse post é que luminária de quarto não precisa um abajur: ela pode também ser uma peça de design, ou algo tão discreto que mal se nota na decoração. E elas trazem a luz, parte essencial da arquitetura e do design de interiores – acertar na iluminação é meio caminho andado para compor um ambiente matador.

Poderia ficar horas aqui escrevendo sobre luz, mas espantaria meus três fiéis leitores (oi mãe!), então vamos à seleção de hoje.

Menção honrosa vai para a Piccolo do designer carioca Patrick Nascimento (já falamos dela aqui), que super combina com meu gosto. Dentre as sugestões de hoje, eu gosto muito da Fitz da Habitat, que é baratinha e bem mais bonita pessoalmente do que na foto. Comprei a versão amarela dela para a renovação do quarto da minha filha (que no momento está empacada) e assim que eu conseguir tirar esse quarto do papel eu fotografarei a luminária para o blog (apesar de o meu marido estar com medo de usar a luminária porque ela é de vidro e ele está com medo das gatas quebrarem. Oremos.)

Outra que eu gosto muito é a Malika, gosto muito dessa vibe árabe que ela tem, me lembra os muxarabis com seus desenhos delicados e lindos.

Lembrando que sempre os links e preços estão corretos na data (e hora) da publicação, mas podem sofrer alterações.

Voltem amanhã para o capítulo final dessa série que eu estou amando escrever!

Cinco elementos que todo quarto deve ter – um criado para chamar de seu

Continuando a nossa série de elementos que todo quarto deve ter (cama // poltrona), hoje é a vez do criado-mudo.

5 elementos

Engraçado eu estar aqui escrevendo sobre criado-mudo quando, na verdade, eu o chamo de mesinha de cabeceira – e no sul, vejam só, o nome é bidê! Tão variado quanto os nomes pelos quais é chamado, o criado-mudo pode dar um toque de elegância, irreverência, charme e estilo para o seu quarto. A minha maior tristeza é não ter um, sniff!

A grande tendência no momento é usar mesinhas de cabeceira diferentes, tendência essa que eu acho o máximo, principalmente para casais: cada pessoa pode ter um móvel que combine com seu estilo, deixando o quarto a cara de quem o ocupa. Para quem curte manter a simetria mas quer apostar nas mesas diferentes, tente escolher mesas de estilos próximos e da mesma altura. Já pra quem quer ousar, não há regras: ambientes interessantes podem surgir da assimetria intencional.

Confira abaixo a seleção de hoje!

 Nessa categoria eu acabei deixando o meu amor pelo modernismo falar mais alto. E o modernismo está super em alta, podemos ver claramente a influência do estilo moderno de meados do século XX nos móveis contemporâneos da Tok Stok e da John Lewis, por exemplo. Nessa pesquisa, também acabei encontrando e me encantando com a Phorman, uma fabricante de móveis super legais com uma pegada bem modernista – vale a visita ao website deles para dar uma olhada na coleção.

E amanhã tem mais – voltamos com as luminárias! Enquanto isso, venha nos acompanhar no Facebook ou no Instagram.