Cri cri cri *bola de feno*

(Acho que já escrevi um post com esse título. )

Gente, deixa eu falar duas coisas pra vocês, do fundo do meu coração: desculpa e obrigada. Ando sofrendo de uma imensa falta de inspiração, e quando tenho vontade de escrever, é só reclamação. Ainda vou escrever sobre todas as minhas frustrações, mas não hoje. Hoje só vim falar que não morri e agradecer a todo mundo que continua vindo aqui, todo mundo que curtiu a página do blog no Facebook – sempre compartilho coisas que acho interessante por lá -, todo mundo que me mandou mensagem. O blog não vai morrer não, estou planejando voltar a escrever com regularidade em breve, cheia de novidades. Não me abandonem! 🙂

(E enquanto isso não acontece, aproveitem pra dar uma olhada nos posts antigos aqui do lado!)

Então é Natal…

Natal banner

Boa noite, gente! Hoje é dia de dar presentes aqui no blog ❤️

Esse post era pra ter sido publicado na sexta. E depois no sábado. Mas eu não conseguia decidir o que dar. Pensei em canecas, cadernos, quadros, não conseguia escolher. Aí, do nada, me aparece a página do Compro de quem faz e – putz – que movimento legal! Comprar de quem faz é uma coisa tão bacana, você está diretamente apoiando o trabalho daquela pessoa, colocando comida na mesa de alguém, ou pagando as aulas de balé/natação/judô de uma criança. Não é um pensamento genial?

Então, com isso em mente eu decidi que compraria alguma coisa: 1. direto de quem faz; 2. relacionado com arquitetura; 3. aqui no Reino Unido – pois assim ficaria mais fácil de enviar para qualquer lugar do mundo. O produto escolhido foi:

bolsa jessica hogarth

Pra concorrer é muito simples, basta fazer o login no aplicativo abaixo – fácil, não é? Todas as outras ações são opcionais e contam como pontos extras. Quanto mais pontos, mais chances de ganhar. O concurso vai ser rapidinho e termina na sexta, para dar tempo de eu enviar o presente e, se a Nossa Senhora da ECT ajudar, chegar antes do Natal.

Natal do Arquicarolina 🎅

E aí, vamos participar? 1, 2, 3 – VALENDO!

+ 10 currículos para arquitetos (e outras profissões criativas)

10 currículos para arquitetos banner

Bom dia, gente! Em outubro do ano passado, escrevi um post sobre currículo que é, hoje, o mais popular disparado do blog. Resolvi então dar uma revisada e ver o que mais surgiu de legal desde então. Novamente, todos os currículos vieram do Etsy e todos são editáveis no Word. Dá uma olhada nessa nova seleção:

 

Modern Resume Template, by Resume Book

1. Modern Resume Template, by Resume Book

2. Keller, by It's Printable

2. Keller, by It’s Printable

3. Ming, by Leonori

3. Ming, by Leonori

4. Franklin, by Scribbled Napkin

4. Franklin, by Scribbled Napkin

5. The Kate, by The Template Shop

5. The Kate, by The Template Shop

6. Hello, by The Mini Startup

6. Hello, by The Mini Startup

7. Peaches, by The Resumé Boutique

7. Peaches, by The Resumé Boutique

8. Jacob Frantz, by Resumé Atelier

8. Jacob Frantz, by Resumé Atelier

9. Classic, by Landed Design Studio

9. Classic, by Landed Design Studio

10. Taylor, by Vivify Creative

10. Taylor, by Vivify Creative

Qual é o preferido de vocês? Atualmente eu uso o Chevron da lista passada, mas estou apaixonada pelo Franklin e pelo Hello (esse tem cartão de visitas combinando, é muito amor!). E como eu havia prometido na época, amanhã vou trazer uma seleção de templates gratuitos. Aguarde e confie 🙂

Disclaimer: na época que eu fiz o outro post, eu não era afiliada do Etsy, agora eu sou. Isso não altera em nada o valor dos produtos, e o blog só ganha alguma coisa caso alguma compra seja feita. Esse não é um post patrocinado.

A rodada da semana

born to be uai

Boa tarde, gente! Essa semana, a rodada vai ser um pouquinho diferente. Como todo mundo deve saber, uma tragédia ambiental – crime! – horrível aconteceu no meu estado amado. O rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco em Mariana deixou muita destruição e morte. O rio está morto. As pessoas estão sem água. Então o post de hoje é para quem quer (e pode) ajudar.

Para o pessoal de Uberlândia: o pessoal da Economia e da Relações Internacionais da UFU fará uma visita técnica a Ouro Preto e está arrecadando donativos. A lista completa dos postos de arrecadação está aqui – incluindo o DALAU lá no bloco I – e eles estão recebendo doações até o dia 25/11 às 12h.

Para o pessoal de BH: a Prefeitura de Belo Horizonte está arrecadando água mineral para Governador Valadares e região. Para mais informações, clique aqui.

Para o pessoal de todo o Brasil: o site riodoce.help está coordenando quem pode ajudar e quem precisa de ajuda. Dá uma passada lá para ver os postos de arrecadação de donativos na sua região – e se não houver um, seja um!

Para o pessoal de todo o mundo: a prefeitura da Mariana disponibilizou 3 contas para quem quer ajudar com dinheiro.

Titular: Prefeitura de Mariana, através do CNPJ: 18.295.303/0001-44.

Banco do Brasil – Agência: 2279-9, Conta Corrente: 10.000-5.

Caixa Econômica – Agência: 1701, operação: 013, Conta Poupança: 100-2.

Bradesco – Agência: 2068-0, Conta corrente: 100000-4.

Vamos ajudar, meus amigos! ❤️ Compartilhem também – quanto mais gente souber como ajudar, melhor!

Imagem: Tenho essa imagem no Pinterest há anos, infelizmente o site de onde eu tirei está em reforma, então aí vai o meu pin.

Moleskine Voyageur

Moleskine Voyageur capa banner

Ok, prometo que é o último post da viagem, mas estou tão apaixonada que não poderia deixar de falar sobre esse pequeno caderno que achei quando entramos em uma papelaria em Amsterdam para procurar silver tape. Enquanto as meninas procuravam a fita, eu dava uma olhada no estande dos Moleskine, procurando os caderninhos de cidade que eles tem. Não tinha o do Amsterdam – pra falar a verdade, nem sei se existe o de Amsterdam, mas achei que seria uma boa lembrança da cidade. Mas achei esse e dei a ideia para a minha filha: que tal se nós fizéssemos um diário de viagem? Ela topou e eu comprei.

O Moleskine Voyageur é um caderno de viagens, basicamente. Para planejar viagens, documentar viagens e carregar por aí. Ele é dividido em quatro partes: páginas pautadas, páginas pontilhadas, páginas em branco e páginas destacáveis – essa última são listas: lista de bagagem e lista de afazeres.

Moleskine Voyageur packing list destacável

(Acho que ficou muito pequeno pra ler, mas o título é ‘packing list’ e ao lado, em cima das bolinhas, ‘what I need’, ‘what I have’ e ‘packed’)

Moleskine Voyageur packing to do list destacável

Como já estávamos no meio da viagem, a Lily escreveu um pouco mas combinamos de terminar em casa, com as fotos da viagem, bilhetes de trem e de entrada nos lugares, cartões postais e desenhos.

Moleskine Voyageur capa Moleskine Voyageur por dentro dados pessoaisMoleskine Voyageur por dentro desenho da LilyMoleskine Voyageur por dentro diário da Lily Moleskine Voyageur por dentro passagem eurostar

Uma das coisas que eu achei mais legais do caderno é que você pode entrar no site e baixar o template para colar nas páginas, do tamanho certinho. Coloquei as fotos e mapas nos templates e imprimi em papel fotográfico (recomendo um cortador de papel para quem, como eu, não tem lá muita coordenação com a tesoura).

Moleskine Voyageur colagem Moleskine Voyageur material colagem Moleskine Voyageur página mapa

Ele também vem com uma faixinha na capa, que serve como cartaz – nele está escrito “I am here”, e é pra ser usado para tirar fotos (tem uma da minha filha segurando o cartaz no post de Amsterdam). A hashtag nas redes sociais é #m_Iamhere.

Estamos nos divertindo muito com o nosso diário, e o único ponto negativo, na minha opinião, é a capa de tecido. Os outros Moleskine que eu tenho tem a capa de couro, tenho a impressão que a capa de tecido é mais fácil de sujar e mais difícil de limpar.

O nosso caderno ainda está em progresso, assim que eu terminar, eu volto e mostro como ficou! 🙂