Decorex 2015 – as tendências da decoração

logo decorex 2015

Bom dia, gente! Espero que o fim de semana tenha sido legal 🙂 Hoje vou falar um pouco da Decorex, a feira de interiores que aconteceu na semana passada (20-23 de setembro) no Syon Park. Foi meu primeiro ano no evento e, bom – vou falar a verdade -, eu não curto muito esse tipo de evento, vou porque sou “obrigada”. (Aliás, estou pensando seriamente se eu deveria ir nessas coisas…).

A feira é bem voltada pro mercado do luxo e, apesar de tudo ser tudo muito lindo, definitivamente não é a minha praia – profissional e pessoalmente. Infelizmente, eu tive um pequeno problema tecnológico (chamado burrice) e acabei sem fotos do evento, mas não poderia de deixar de escrever um pouquinho sobre o evento, então trouxe pra vocês as tendências da feira, exploradas no blog da Decorex – clique nas fotos para conhecer alguns dos expositores da feira, que representam cada tendência.

1. O retorno ao detalhe

O decorador Guy Goodfellow identificou como tendência o retorno de interiores complicados, cheios de detalhes e cores – um contraponto às tendências dos últimos anos, minimalista (inclusive escrevi no outono do ano passado sobre a tendência da décor nórdica).

julian chichester decorex 2015

2. Diluição da fronteira entre tecnologia e materiais tradicionais

O diretor criativo da Canburg Andrew Hays notou que várias marcas estão diluindo as barreiras entre o que é tecnológico e o que é tradicional, como forma de criar uma narrativa.

eleanor lakelin decorex 2015

3. A sobrevivência das habilidades tradicionais

Daphne McKinley destacou o fazer tradicional, que esteve ameaçado devido ao avanço tecnológico e à falta de treinamento. Normalmente passadas de geração a geração, a retomada dessas habilidades parece estar renascendo, com vários expositores explorando métodos tradicionais.

a rum fellow decorex 2015

4. Artesanato digital

Lucy Johnson, autora do livro Digital Handmade: Craftsmanship and the New Industrial Revolution, observou a tendência de utilizar a tecnologia para produzir peças únicas – como a utilização da digitalização de ondas sonoras em tecidos, por exemplo.

beatwoven decorex 2015

O que vocês acham dessas tendências? Será que aqui fora, para o consumidor comum – por assim dizer – essas tendências pegam?

Todas as imagens: Decorex 2015

One comment

Deixe um comentário!